• White Facebook Icon

PROSTITUIÇÃO

"Não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?" 
1 Coríntios 6:19

A sociedade acredita, que as prostitutas servem apenas como mercadoria de troca, além de venderem seus corpos, se tornando escravas sexuais, vendem suas almas também, se sentem como objetos, porém elas são mulheres, que possuem famílias, responsabilidades e principalmente são carentes do amor e conhecimento de Cristo, pois apenas nEle podem ter seus pecados perdoados e serem livres de todas as prisões que impedem de viverem em novidade de vida.

“Sou Eu, Eu mesmo, aquele que apaga tuas transgressões, por amor de mim, e que não se lembra mais de teus erros e pecados. “
Isaias 43:25

Segundo Correspondentes Internacionais da Opeen Doors (Portas Abertas) mulheres não têm direitos humanos nem civis na Coréia do Norte (considerada a nação mais fechado do mundo). Muitas são atraídas pelo tráfico de pessoas, vendidas para casamentos arranjados ou levadas para a prostituição, a punição é pena de morte. Servir a outro Deus senão aos líderes do país é visto como traição e ameaça ao Estado, tendo a posse de uma Bíblia é motivo o suficiente para ser preso ser cristão na Coréia do Norte é arriscar a própria vida, para ganhar a vida de Cristo.

Cerca de 70 mil mulheres são vítimas de tráfico sexual para a Europa Ocidental anualmente, segundo estima um relatório da UNODC (agência da ONU para Drogas e Crime).

Na capital da Índia em Nova Delhi, considerada , a maior “zona vermelha” da Ásia, onde operam cerca de 12 mil das três milhões de prostitutas da Índia. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 70% das trabalhadoras sexuais da Índia sofrem abusos por parte de clientes e da polícia.

Um estudo realizado pela DASRA, uma organização indiana sem fins lucrativos, com objetivo de garantir a efetivação dos direitos das indianas, concluiu que cerca de metade das vítimas de tráfico são moças adolescentes, enquanto a idade média das trabalhadoras sexuais caiu de 14 a 16 anos, para dez a 14, “porque acredita-se que as mais jovens têm menos risco de portar uma doença sexualmente transmissível”.

Segundo o documento, “a maioria das vítimas procede de áreas rurais, cerca de 70% são analfabetas e quase metade informaram que suas famílias ganhavam apenas um dólar por dia” o que intensifica a escolha pela prostituição.

A prostituição é ilegal na Tailândia, mas isto não impede que ela seja praticada de forma escancarada em plena luz do dia. A demanda por sexo e a possibilidade de dar um mínimo de qualidade de vida para suas famílias atraiu também muitos meninos para a prostituição. A Tailândia está entre os países do mundo que mais realizam cirurgia de mudança de sexo.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now