• White Facebook Icon
  • White Facebook Icon

FILHOS ESTRANHOS

28.4.2016

"Traíram ao Senhor, porque geraram filhos estranhos;" - Oséias 5:7

 

Esses são aqueles que o Senhor no dia do Juízo dirá:

 

"Se retirem da minha presença, eu não conheço vocês!".

 

Os filhos estranhos são aqueles que a geração do passado, a nossa e a do futuro estão por conta própria reconhecendo a paternidade do Pai sobre eles. Os filhos estranhos olham para Deus e o veem como Pai de suas vidas, mas o seu julgamento para tal afirmação se baseia na própria sabedoria, nas suas próprias vontades e desejos. Os filhos estranhos reconhecem Deus como Pai, mas Deus não os reconhecem como filhos, por um simples motivo: eles não fazem parte da família, eles não fazem parte do corpo, eles agem e vivem de forma totalmente própria e egoísta sem nenhuma preocupação com o que o Pai quer dEles.

 

Os filhos estranhos são responsabilidade de toda uma geração de cristãos que não se importam em gerar Cristo nos outros, mas se importam em apenas gerar "filhos". Eles geram filhos para si, para a popularidade do próprio nome, eles geram filhos sem nenhuma ligação com o evangelho! Como pode nós estarmos gerando tantos filhos que não pertencem a Deus? Eles pertencem justamente àqueles que lhe geraram, e essas pessoas um dia prestarão conta dessa "família" que não está reconciliada com o Pai. Esses cristãos no dia do Juízo não serão capazes de salvar esses filhos, eles não serão capazes de salvá-los da ordem do verdadeiro Pai: "Apartem-se de mim!" - que vergonha irmãos!

 

Pessoas que não estão reconciliadas com Deus em Jesus são estranhas para Ele. Não há paternidade sobre a vida de pessoas que traem ao Senhor em nome de quantidade, em nome de sucesso. Triste é perceber que praticamente toda a minha geração é estranha para Deus, e isso não quer dizer que Ele não quer ser Pai sobre ela, mas quer dizer que eles não querem ser parecidos com Jesus e assim de verdade receberem o dom de serem chamados de filhos!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags