• White Facebook Icon
  • White Facebook Icon

NÃO OLHE PARA O VENTRE MORTO DO SEU IRMÃO

15.6.2016

"E não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara." - Romanos 4:19

 

É de verdade muito bonito olhar para Abraão e perceber que ele não olhou para sua esposa levando em conta o seu ventre já "morto", ou seja, um ventre que não tinha mais vitalidade para gerar um filho.

 

Muitos dizem: "Não olhe para o exterior, o que importa é o interior da pessoa", sim de fato, mas se Abraão fizesse isso ele teria enfraquecido na fé, pois, o interior de Sara não respondia positivamente as expectativas que ele tinha de ser pai. Seria uma tristeza contínua olhar para o ventre de sua esposa, nela não havia vida, mas Abraão olhou pela fé para a promessa de Deus!

 

Hoje não é difícil encontrarmos irmãos em Cristo que olham para o interior de outros irmãos e desprezam sua vida cristã por causa de falhas, erros. Não podemos ser assim, pois, acabamos amando mais os que estão de fora do que aqueles que também já pertencem a família de Deus da qual somos um só corpo. Em boa parte das cartas de Paulo, de João e de Pedro, podemos ver como eles tinham a preocupação que os irmãos se amassem como uma grande família unida em Jesus, isso nunca quis dizer que as correções não fossem necessárias mediante um erro, pelo contrário, mas nos revela a preocupação deles em valorizar a promessa do Senhor na vida dos irmãos, em lutar e combater para que todos chegassem a mesma estatura de Cristo, para que alcançassem uma unidade de fé, uma organização saudável onde Cristo sendo o cabeça comandasse tudo e todos para a glória do Pai. Tudo isso só é alcançado quando não olhamos para os ventres mortos dos nossos irmãos, mas cremos que o Senhor está gerando Cristo nele, está aperfeiçoando a sua imagem naquele que agora se tornou filho.

 

O interior de muitos irmãos ainda não reflete o Senhor como deveria refletir, o que devemos fazer? Devemos nos esforçar em amor e crer pela fé que a obra que um dia foi começada também será concluída por Deus. Não podemos reparar para os ventres mortos dos nossos irmãos em Cristo e achar que a obra que foi feita em nós foi em uma condição diferente da deles, pelo contrário, devemos ter a consciência de que a mesma morte habitava em nós e que por obra de Deus por sua graça fomos salvos e também estamos crescendo de amadurecendo de glória em glória.

 

Essa não é uma mensagem de apologia ao erro ou a infantilidade espiritual, pelo contrário, é uma mensagem que nos convoca a amar os nossos irmãos com tudo o que temos, com a verdade, com a paciência, com a bondade, com misericórdia, com justiça, com fé e esperança. Sim, eu sei que existem irmãos fofoqueiros ainda, sim eu sei que existem irmãos que estão cantando tudo menos adoração a Deus, sim, eu sei que existem pastores que naufragaram na fé e que hoje estão co, o seu interior cheio de morte, mas eu não posso olhar para o "ventre" deles, para o interior pecaminoso, eu tenho que olhar para a promessa de redenção, eu tenho que orar a Deus e clamar para que desperte-os, gere vida, traga renovo, restauração para eles.

 

Que a gente possa viver o amor entre nós, membros do Corpo de Cristo, e que este seja uma farol para aqueles que com expectativa aguardam a salvação.

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags