• White Facebook Icon
  • White Facebook Icon

NADA EM MÃOS

"Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie." - Efésios 2:8‭-‬9


Há algumas semanas Deus resolveu entrar em silêncio comigo, um silêncio "limitado", mas é um silêncio (O que é assustador!!!). Nesse silêncio pude observar várias coisas extremamente simples que formam a vida cristã, mas que deixamos, se sem querer ou não, de lembrar delas diariamente. O primeiro fato que Deus me levou a observar é que nada do que fazemos ou deixamos de fazer nos dá a graça de Deus. Você pode simplesmente achar um assunto simples e que já ouviu diversas vezes, mas faço questão de trazer esse assunto novamente.


Por mais que acreditamos nisso muitas as vezes agimos como se nada do que o apóstolo falou fosse verdade... Quantas vezes pensamos em fazer algo para merecer algo diante de Deus? Ou queremos ser bons para recebermos bondade? Seja em qualquer área da nossa vida, nós temos uma pré-disposição grotesca em fazer por merecer e quando isso não acontece queremos arrumar meios de merecer algo. Lógico que estou usando o perfil de uma pessoa honesta e sincera em suas devoções e princípios. Ninguém gosta de viver sem merecer isso. Até as pessoas que não acreditam nisso caso sejam lesadas em alguma coisa logo querem correr atrás do que consideram injustiça... Quer exemplo? Você que estuda ou faz faculdade, se um professor erra sua nota, dando uma nota abaixo do que você acredita que é a correta, a primeira coisa que você faz é ir ao professor e declarar injustiça com sua nota. Outro? Se alguém acusa você de ter feito algo, sem que você realmente tenha feito, você faz questão de declarar a injustiça. O que quero dizer com isso é que vivemos em favor da nossa justiça (ou pelo menos o nosso senso de justiça) e somando com nossa concepção errada de quem somos (ou quem o homem é) cometemos um erro drástico ao trazer essa forma de vista para o cristianismo. Aí é a ferida que eu quero apertar. Jesus não foi à cruz para que nosso ego fosse acariciado, para que continuássemos a ser os mesmos carnais que éramos, Cristo morreu e ressurgiu para que recebêssemos a graça de Deus. E Cristo "joga" em nossa cara (não achei termo melhor, me perdoe se foi grosseiro) ao nos mostrar que nada que fazemos ou deixamos de fazer merece a graça de Deus. Se amamos ou deixamos de amar, se buscamos ou deixamos de buscar, se queremos ou deixamos de querer (embora não estou igualando ambos os opostos) a graça de Deus é derramada sobre nós.


Você não vai ter uma vida melhor, porque merece, porque é bom, piedoso ou santo (até demais), mas porque Cristo tomou sobre Ele o que era pra você estar sofrendo. O fato é que isso agride, intencionalmente, quem somos. A graça de Deus não depende de quem você é ou da sua raça ou da sua cor ou da forma de falar e viver, ela depende de Cristo e do cumprimento de seu ministério (terreno) na cruz. Você pode achar essas palavras até duras, mas essa é a verdade; a graça não é passiva, ela é ativa.


Tenha muito menos esperança em quem você é, reveja a sua maneira de ver quem você é, porque como nos é dito em Colossenses 1.16 e João 1.3 tudo foi feito por Cristo e para ele, você não é o centro de nada, nem nunca foi, mas Cristo é.


Deus te abençoe, até semana que vem.

#graça #merecimento #justiça #Jesus

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now